O ÚLTIMO DESAFIO


















O ÚLTIMO DESAFIO - Quando se assiste a um filme de Arnold Schwarzenegger ("O Exterminador do Futuro") se espera: ação, diversão, tiros, mortes e passar o tempo sem pensar em nada muito sério. Ou seja, algo para entretenimento com uma boa pipoca. Primeiro filme, desde que deixou o cargo de governador, protagonizado pelo astro de Conan "O Último Desafio" possui outro detalhe importante para o público brasileiro, a participação de Rodrigo Santoro ("Bicho de Sete Cabeças").



Entretanto, é uma pena percebermos que o antigo astro de aventura não soube a hora de parar ou de se reenquadrar aos novos tempos. Pelé soube a hora de parar e foi inteligente ao se reorganizar para voltar no futebol dos Estados Unidos. Sylvester Stallone faz, atualmente, algo bacana assumindo sua idade e protagonizando produções mais trash como "Os Mercenários" ou protagonizando clássicos de forma redefinidas como "Rocky Balboa". Arnold Schwarzenegger ao ainda acreditar que possui folego para acompanhar muita correria demonstra que perdeu o caminho e o talento.



A trama, cheia de clichês e previsível como qualquer filme regular, não convence e não me prendeu na cadeira durante muito tempo. Mais triste que a frágil produção e direção, é detectarmos que bons atores como Forest Whitaker ("Traídos pelo Desejo") entraram nessa grande decepção.  As cenas com carros são as melhores do filme, com boas perseguições e bons momentos para lembrar do filme "Ronin", onde o automóvel é um protagonista na tela grande.



Alguns filmes do brutamontes do futuro eram agradáveis para assistir na Temperatura Máxima ou no Supercine.....esse não é o caso. Será um daqueles que ninguém lembrará de ter assistido. Essa produção consegue ser pior que "Jogo Bruto", filme tosco do astro de "True Lies".



Rodrigo Santoro - Porém, acredito que o caminho que Rodrigo Santoro esta fazendo em sua carreira internacional mereça nossos aplausos. Com participação em todos os tipos de produção (do seriado "Lost" a filmes com Jim Carrey), o ex-ator global demonstra crescimento e maturidade. Apesar do filme "O Último Desafio" não contribuir para que ele evolua, o ator não deixa de ser inteligente ao mostrar que serve para todos desafios cinematográficos, pena que o filme do eterno Exterminador do Futuro não auxilie nosso colega brasileiro.



O site omelete citou o filme como "Faroeste motorizado faz releitura do embate homem versus máquina". Discordo em partes. Entendo que o filme foi um faroeste entre o velho (Arnold Schwarzenegger) e o novo (Rodrigo Santoro). Ponto para o novo.



 

Curiosidade: Durante seu mandato de Governandor Arnold apareceu em pequenas pontas, como em "Volta ao Mundo em 80 dias - Uma Aposta Muito Louca" e "Os Mercenários". 




Sinopse - Após cair em desgraça em Los Angeles devido a uma operação fracassada, Ray Owens (Arnold Schwarzenegger  parte para o interior e assume a posição de xerife em uma pequena cidade na fronteira dos Estados Unidos com o México. O que ele não esperava era que um poderoso chefão das drogas, que escapou recentemente da prisão, quisesse cruzar a fronteira exatamente na cidade onde trabalha. Para enfrentá-lo ele precisa reunir todo o pessoal que tem á disposição.



Filme: 2 pipocas


Rodrigo Santoro: 4 pipocas


1 pipoca - pésimo

2 pipocas - ruim

3 pipocas - razoável/regular

4 pipocas - bom

5 pipocas - ótimo


9 comentários:

! Marcelo Cândido ! disse...

Filme para se esperar no Domingo MAior!!!

Rubi disse...

Estou pra assistir esse filme (e inclusive escolhi somente pela presença de Arnold Schwarzenegger; que como você disse nos remete a filmes de ação). Mas pela sua resenha e nota final; fiquei com certo receio. Como sempre, excelente post!

Abraços!

Tsu disse...

Oi Renato.
O Santoro está realmente ganhando seu espaço no cinema. Ele logo aparecerá novamente trajado como Xerxes na continuação de 300...embora ele faça filmes bons, ás vezes é necessário pegar uns filmes "sessão da tarde" só para ter uma graninha á mais rs.
O Lobo do Mar eu ainda não li. Fico feliz em saber que gosta do meu blog, sempre tento melhorar ele! Aliás você tem facebook?
bjs

Por que você faz poema? disse...

Estou pensando, mas ainda não tive coragem.

Marcelo keiser disse...

Achei que poderia ser bem melhor, ou pelo menos eu esperava isso, já que se trata do filme que marca o verdadeiro retorno do astro, após 10 anos afastado das telonas devido a carreira política.

abraço

Celo Silva disse...

Olha, eu gostei bastante desse filme. Achei um dos melhores filmes de ação do ano. Me pegou de jeito mesmo. Mas sei que não têm agradado muito. Enfim, pena...

Abraço!

renatocinema disse...

Celo esse é o charme da arte.....os gostos diferentes sobre a mesma obra. kkk

Amanda Aouad disse...

É a melhor participação de Rodrigo Santoro até então. O personagem dele tem uma importância e um arco dramático bem definido. É o único personagem que realmente se transforma.

Quanto ao filme em si. Encarei como uma grande piada de si mesmo, por isso, gostei e me diverti. :)

bjs

Iza disse...

Gosto de filmes de ação, mas confesso que não assisti todos Exterminadores do Futuro. Gosto do Arnold, mas acho alguns filmes dele muito repetitivos, sabe? Sobre esse novo, eu nem sabia a existência - ando meio desligada, como diria a Rita Lee rsrsrsrs...
Bom final de semana <3