Sombras da Noite



A recepção fria ao filme "Sombras da Noite", último trabalho de Tim Burton ("Edward - Mãos de Tesoura") com Johnny Depp ("A Fantástica Fábrica de Chocolate") me fez ficar com a sensação de que um dos meus diretores prediletos pudesse ter errado na mão e feito algo muito abaixo de seu potencial. 
 
 
Com isso assisti ao filme com dois pés atrás e o coração gelado de expectativa. Porém, ao chegar ao final do filme fiquei com a sensação de que o diretor, nesse trabalho foi injustiçado. Diria que entre aplausos e vaias ele ficou quase no empate técnico.
 
 
Não que o filme seja genial, imperdível ou criativo como em outras produções de Burton. Entretanto, acredito que, como todos  nós, mortais, o mestre das histórias "trash" preferiu fazer algo "menor", uma produção leve, relaxante e que apenas funciona como diversão. Afinal, ele é humano como todos nós e merece relaxar um pouco.
 
 
Ainda assim consegui perceber alguns pontos positivos em "Sombras da Noite":
 
 
- a fotografia, me agradou muito com seu estilo "velho" e "sujo";
 
- a trilha sonora de Danny Elfman;
 
- a cena final, após os letreiros finais.
 
 
Isso no entanto não quer dize que eu não tenha percebido algumas falhas no trabalho:
 
 
- as atuações, algo tão marcante nos trabalho do diretor, são menos impactantes do que em outros projetos de Burton;
 
- a química entre Burton e Depp, em "Sombras da Noite" parece que não funcionou, parece fria com um cadáver no caixão;
 
- o roteiro, funciona apenas como diversão, faltando certa originalidade.
 
 
Entre acertos e erros entendo que o público que quiser ver um filme apenas para relaxar, sem expectativa, pode curtir e dar risadas com esse romance trágico pouco convencional. Os fãs do diretor de "Ed Wood" podem ficarem frustados, mas, se todos nós merecemos férias, por que o mestre do trash, não merecia fazer um trabalho apenas para se divertir???? Ele não merecia contar apenas uma fácula do Drácula moderno? Acredito que tenha esse crédito. Peço ao público que pegue um cruxifico, uma água benta, ligue o dvd e se divirta.
 
 
 
 
Sinopse - 1752. Joshua (Ivan Kaye) e Naomi Collins (Susanna Cappellaro) deixam a cidade inglesa de Liverpool juntamente com o filho, Barnabás, rumo aos Estados Unidos. A intenção deles era escapar de uma terrível maldição que atingiu a família. Vinte anos depois, Barnabás (Johnny Depp) é um playboy inveterado que tem a cidade de Collinsport aos seus pés. Após seduzir e partir o coração de Angelique Bouchard (Eva Green), sem saber que era uma bruxa, ele é transformado em vampiro e preso numa tumba por dois séculos. Quando enfim desperta, dois séculos depois, encontra sua propriedade em ruínas e os poucos familiares ainda vivos escondem segredos uns dos outros. Em meio a um mundo desconhecido, Barnabás se interessa por Victoria Winters (Bella Heathcote), a tutora do jovem David (Gulliver McGrath).


Filme: 3,5 pipocas

1 pipoca - péssimo
2 pipocas - ruim
3 pipocas - razoável/regular
4 pipocas - bom
5 pipocas - ótimo

18 comentários:

Amanda Aouad disse...

Mas, sua análise foi mais ou menos próxima da minha, não é dos trabalhos mais genias de Tim Burton, mas é um filme interessante, deu até pra esquecer Alice...

bjs

! Marcelo Cândido ! disse...


Ele quis seguir a linha da diversão proposta no "Alice" ...

d é h disse...

Ainda não tive a oportunidade de ver esse filme, mas assim o farei quando possível, mesmo estando com os dois pés atrás com o Tim Burton. rs

Estou seguindo o blog!

Abraço!

Celo Silva disse...

Sombras da Noite é legalzinho, inofensivo e acho q isso que incomoda. Não é de hoje que Burton parece acomodado, esse seu contrato com a Disney parece ter lhe tolhido a criatividade, espero ansioso sua volta aos grande filmes, como Ed Wood. Abração!

Expedito Gonçalves Dias disse...

Renato, já estou baixando o filme por aqui. Sou do tipo que assisto um filme não com o olhar do crítico, pois não o sou, mas o que quero é mesmo diversão e às vezes, aprendizado.
Assisti um esta semana, 'A outra Terra' se não me engano. Aquele sim, me decepcionou e o roteiro tinha tudo para ser melhor.
Um grande abraço!

Expedito Gonçalves Dias disse...

Renato, já estou baixando o filme por aqui. Sou do tipo que assisto um filme não com o olhar do crítico, pois não o sou, mas o que quero é mesmo diversão e às vezes, aprendizado.
Assisti um esta semana, 'A outra Terra' se não me engano. Aquele sim, me decepcionou e o roteiro tinha tudo para ser melhor.
Um grande abraço!

Cristina Lira disse...

Ops... era exatamente algo assim que estava querendo para assistir com a turma, só falatava o nome, e vc me deu..rsrss

beijso e boa semana!!!

Rodrigo Mendes disse...

Aqui Renato, felizmente Burton voltou em boa forma. Também achei que desta vez ele foi injustiçado. A modinha de continuar a falar mal dele em vista de alguns filmes irregulares. Não dissecaram "Sombras Da Noite" como merecia, ao menos dizendo motivos sinceros do porquê que o filme não agradou.

Abs

Iza disse...

Gosto muito da quimica que rola entre Tim e Johnny. Ainda não assisti esse filme, acredita? Mas faz meu tipo. O meu predileto do Tim é O Estranho Mundo de Jack, assisti quando era pequena.
Abraços e boa semana.

Joicy Sorcière disse...

Sou fã do Depp há lonnnnnnnng time. Quem me conhece, sabe que transpiro esse cara! ahahahahahah Não acho que esse seja um de seus melhores trabalhos, mas gostei muito.

Ahhh, depois dê uma passadinha lá no Umas e outras. Gostaria de, se possível, ver sua participação num desafio que apresentei. É só responder nos comentários mesmo... Rápido e fácil. bjks :)

JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

Iza disse...

Bom final de semana!!!
Abraços.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Sou fã de Burton e vi esse filme tendo certeza que ficaria decepcionado, mas isso não aconteceu. Apesar de ser um trabalho menor do mestre, tem cenas belíssimas e um certo encanto.

O Falcão Maltês

Alan Raspante disse...

Concordo com tudo o que disse! O filme não é ruim, mas faltou originalidade. Senti falta de um roteiro "melhor" trabalhado. Não é ruim, mas ficou aquém do esperado.

Abs.

ROGER disse...

Achei esse o filme mais fraco de toda a carreira do Tim Burton. Um dos meus diretores preferidos, diga-se de passagem. Não fui assisti-lo com estacas e água benta nas mãos, mas não deu realmente para me divertir. Nem a trilha de Danny Elfman me impressionou e acho que as demais canções foram mal escolhidas. O roteiro não se define, personagens aparecem e desaparecem sem rumo, tramas não se desenvolvem. Acho que os filmes de mais baixo orçamento do Burton acabam sendo os melhores. Acho que ele geralmente se perde em grandes produções.

ROGER disse...

Gostaria de te convidar para curtir e participar da page "JollyRoger 80´s. História para as Massas" no Facebook.

https://www.facebook.com/JollyRoger80s

renatocinema disse...

Concordo Roger, no geral, o diretor se perde em grandes produções.

Mas, sou muito fã, acho que ele ainda tem muito crédito.


abraços

Gilberto Carlos disse...

Olá, selecionei seu blog para receber o selo Versatile Blogger. Para ter direito a ele você deve falar em seu blog quem lhe concedeu e escrever um texto com sete coisas sobre você. Vá lá no Gilberto Cinema e pegue o seu selo.

Marcia Moreira disse...

Olá, Renato.
Ainda não assisti, mas prometo que, quando passar na TV novamente, verei com muito prazer.
Aliás, passe lá no meu blogue que tem um selinho esperando por você.
Um grande abraço.