Onde Mora o Coração





Como relaxar após um período de ritmo intenso no trabalho e na vida universitária? Nada mais adequado, na minha opinião, do que uma mescla de drama com comédia romântica. Se a produção é estrelada por minha atriz preferida Natalie Portman ("Cisne Negro"), teoricamente, fica tudo perfeito. Recheado de clichês "Onde Mora o Coração", tem um pecado mortal para os fãs de Portman: a obra não foi lançada em dvd no Brasil. A cópia que consegui foi através de amigo que baixou da televisão a cabo. Conselho a todos: vale a pena, apesar de não ser um filme espetacular.
 
 
Mas, apesar dos clichês que citei anteriormente, o filme merece ser visto, porque busca e consegue apresentar ao público: emoção, romance, água com açúcar e uma pitada de esperança. O roteiro, que em alguns momentos lembram as novelas da Globo, traz emoção, superação, amizade, dor, carinho, amor. A personagem principal do filme, como uma boa personagem da emissora do falecido Roberto Marinho, se inicia menina, e vai se transformando, com os obstáculos da vida, numa bela e correta mulher.
 
 
Outro ponto positivo do filme é a boa trilha musical. Se não chega a ser espetacular, combina com o ritmo simpático do longa-metragem.  As atuações de Portman e Ashley Judd são muito boas e merece destaque. O elenco como um todo se encaixa e funciona perfeitamente convencendo cada um em seu papel.
 
 
"Onde Mora o Coração" é um filme simples, direto, sem reviravoltas, em termos de trama, e muito agradável.
 
 
Como nem tudo são rosas, meus pontos negativos ficam para uma ponta do roteiro que insiste em apresentar uma trama paralela do ex-namorado da personagem de Portman.....quase uma obrigação de redenção, que ficou desnecessário e forçado.
 
 
Como diz Novalee Nation (Natalie Portman) no filme "Nossas vidas se transformam  a cada momento que respiramos". Que esse filme seja então uma boa respiração a todos nós. "Onde anda o Coração" é um filme sem poesia cultural ou cinematográfica.....apenas uma poesia de superação.
 
 
 
Sinopse - Novalee Nation (Natalie Portman), 17 anos e grávida, nunca teve uma família de verdade. O mais próximo que já esteve de uma família foi com seu namorado egoísta, Willy Jack (Dylan Bruno), com que está viajando rumo a Califórnia. Quando chegam em Oklahoma eles fazem uma parada para ir ao banheiro e, quando Novalee retorna, não encontra mais Willy, que havia se mandado. Sozinha e sem dinheiro algum, Novalee ronda uma loja da Wal-Mart que estava por perto, surrupiando comida e suprimentos de suas prateleiras. Até que ela entra em trabalho de parto em plena loja e dá a luz a uma criança ali mesmo, tornando-se ambas personalidades instantâneas. Agora, Novalee conhece novos amigos e passa a fazer parte de uma não-convencional família, que irá ajudá-la a se transformar de uma adolescente sem-teto para uma forte mulher de sucesso.



Filme: 4 pipocas
 
 
1 pipoca - péssimo
2 pipocas - ruim
3 pipocas - razoável/regular
4 pipocas - bom
5 pipocas - ótimo

17 comentários:

Gilberto Carlos disse...

Também gosto muito de Natalie Portman e o título deste filme é bem atraente.

Celo Silva disse...

Gostei do texto. Sinceramente, nunca tinha ouvido falar desse filme, mas como tem a Natalie Portman, mesmo não sendo grande coisa, deve valer mesmo uma olhada. Vou anotar a dica.

Abração!

Iza disse...

Sabe que vi poucos filmes com a Natalie? Gostei muito do Cisne Negro e A Outra. Gostei da sua crítica. Esse tipo de filme não é um dos meus prediletos, mas vou tentar baixar.
Abraços.

Anônimo disse...

Pelo seu texto vou ver o filme.
Sônia Alves

Silvana Teixeira disse...

olá, sempre que visitam meu blog as pessoas tem a sensação e a lembrança das avós, embora o crochê seja uma arte vintage ele vem se reinventando. Mas entre um crochê e outro adoro filmes e amei descobrir seu blog e seus comentários bem pertinentes, estarei sempre por aqui. Então até breve....

Fábio Henrique Carmo disse...

Rapaz, nem sabia que a Natalie Portman tinha feito esse filme. Valeu a indicação e já procurar na net. Abraço!

Anônimo disse...

Se tem a N.P.,vale uma espiada....ou duas.

Vlw pela Dica.

Nelson J. Alves

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

A Natalie sempre vale a pena. Maravilhosa.

O Falcão Maltês

Iza disse...

Bom final de semana!!
Abraços.

Maxwell Soares disse...

Gosto de Natalie Portman. Espero gosta desse filme, também. Valeu a dica, Renato. Aqui será parada obrigatória, acredite. Um abraço...

Iza disse...

Fico feliz que ela tenha gostado hehehe. Tenha uma ótima semana <3

Rubi disse...

Conheço este filme porque já puvi inúmeros comentários, mas ainda não assisti. Pela Natalie Portman e pela sua ótima resenha, vale a pena dar uma conferida.

Cristina Lira disse...

Muito bom...
Como sempre, vir aqui é enriquecimento na certa, e ainda saimos com opções...

beijos no coração e uma noite de paz!!!

Marcelo Leite disse...

Renato,

Excelente blog! Aceita parceria?

Abraço!

fridencult.blogspot.com

Az disse...

Acho que só o fato de ter a Natalie Portman, ele já vale à pena!
abraço!
Az

Anônimo disse...

gostaria de ter esse filme também, mas como não foi lançado o DVD aqui no Brasil fica impossivel....

renatocinema disse...

Filme não foi lançado no Brasil em mídia. Mas, podemos tentar providenciar uma cópia para resolver o interesse de quem quer uma cópia da obra.

Abraços
Renato Alves
rjasss@hotmail.com