2 Coelhos




2 Coelhos - Li o seguinte texto em revista especializada em produções cinematográficas: " Se os EUA tiveram Quentin Tarantino e a Inglaterra, os primeiros filmes de Guy Ritchie, não seria exagero dizer que o Brasil tem seu representante cinematográfico em termos de trama engenhosa, personagens descolados e violência estilizada. Ele se chama "2 Coelhos", talentoso filme de estreia de Afonso Poyart, que soube criar um suspense policial pontuado por sequências de ação que nada devem à produção americana."


Exageros a parte concordo com boa parte desse comentário. O filme de Poyart, estrelado por Fernando Alves Pinto ("Arido Movie") e Alessandra Negrini ("A Erva do Rato", filme obrigatório) é uma bela produção nacional que explora um roteiro diferente do que estamos acostumados a apreciar no cinema tupiniquim. As sequências de ação também merecem aplausos, assim como os efeitos especiais. O único ponto do texto da revista que não asssino embaixo é sobre personagens descolados. Entendo que os atores foram bem na obra e cumprirarm bem seu papel. Entretanto, não consegui visualizar personagens tão marcantes como os do diretor de "Pulp Fiction"  ou de "Jogos Trapaças e Dois Canos Fumegantes", que em minha opinião se assemelha muito com "2 Coelhos".


A direção segura também merece aplausos, assim como a fotografia e a edição de "2 Coelhos". A reviravolta final, que parece uma homenagem aos cineastas citados anteriormente, convence e agrada aos fãs do cinema policial.


Além dos diversos comentários positivos que li sobre o filme em jornais, a expectativa não parou de crescer quando diversos amigos adoraram o filme, quando assistiram no cinema. A meu ver o resultado final é muito satisfatório e inteligente. O longa-metragem merece fervorosos aplausos, no mínimo, pela ousadia de narrar uma história de forma pouco convencional ao padrão brasileiro.


O longa-metragem merece elogios por sair do estilão do cinema nacional atual: favelas, violência policial ou comédias padrão Rede Globo. Não que esses elementos não possuam certas pitadas no roteiro: existem. Porém, não é o foco principal da obra. Elementos de "Tropa de Elite 2", no sentindo da corrupção política nacional também estão presentes e convencem.


Se a obra não é tão marcante quanto "Cães de Aluguel" ou rebelde quanto "Snatch - Porcos e Diamantes" pode ficar marcada como primeira boa experiência do cinema nacional dentro do gênero: roteiro criativo e pouco convencional.


Se você não possui um coelho na cartola do cinema hoje, arrisque com dois coelhos em dvd. Se estiver aberto a uma nova linha do cinema brasileiro pode matar dois coelhos num só filme.  


Dedicado a minha esposa que também gostou do filme: Sônia dos Santos Silva Alves. Minha princesa cinematográfica.

Sinopse - Marcado por uma tragédia do passado e à procura de um novo rumo na vida, o jovem Edgar (Fernando Alves Pinto) cria um elaborado plano para passar a perna em criminosos e políticos  corruptos.


Filme: 4 - pipocas


1 pipoca - ruim

2 pipocas - péssimo

3 pipocas - razoável;regular

4 pipocas - bom

5 pipocas - ótimo






19 comentários:

Anônimo disse...

Opa....vou ver !!!

NJA

Amanda Aouad disse...

Sim, só por sair do padrão, se arriscar, se aventurar na linguagem já merece aplausos, porque conseguiu usar tudo isso em função de uma boa história.

bjs

Celo Silva disse...

É um filme bem divertido mesmo, com uma ótima aurea cool. Gostei desse trabalho do Poyart, fiquei mais do que curioso em ver seu próximo trabalho. O ator Marat Descartes habitaria fácil um filme de Ritchie...hehe
Grande Abraço.

Frau Forster disse...

Não disse que você ia adorar? :D

! Marcelo Cândido ! disse...

Eu vi a propaganda, e ela própria me impressionou ...

renatocinema disse...

Poeta Frau Forster você tinha razão. Muito bom.

Adorei.

E olha que minha expectativa esta alta para o filme.

Fábio Henrique Carmo disse...

Já baixei o filme e espero poder ver em breve. Seu blog como sempre ótimo, Renato! Abraço!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Gostei da dica, Renato. Vou assisti-lo.

O Falcão Maltês

Rodrigo Mendes disse...

É um filme maluco e até divertido, rs! Não gostei tanto da primeira vez mais depois eu relevei. Pelo menos é um divertimento atrativo para o cinema nacional, embora a idéia já tenha sido explorada por diretores como Timur Bekmambetov e aquelas fitas cheias de efeitos e movimentos de câmera como "O Procurado" e aquela bobagem de Guardiões da Noite e do Dia.

Abraço.

Kamila disse...

Eu gostei muito de "2 Coelhos". Achei uma proposta diferente dentro do cinema brasileiro, com claras influências do cinema norte-americano, talvez, por isso mesmo, receberá um remake hollywoodiano.

Gabriel França disse...

depois de ler sua resenha, me deu vontade de ver o filme.

gostei de seu blog, gostaria de fazer uma parceria com o meu? Estarei aguardando sua resposta.

monteolimpoblog.blogspot.com

Obrigado!

Tsu disse...

Oi Renato!
Um filme nacional com uma semelhança á Cães de Aluguel? Quero ver!

Quanto tempo! Vc sumiu..que conta de novo? bjs

Karla Hack dos Santos disse...

Eu estou louca para ver este filme desde que vi o trailer... que bom ver que ele conseguiu trazer um elemento novo... gostei!

-> Nascida em Versos:
http://nascidaemversos.blogspot.com.br/

-> Minha Poética:
http://nv-minhapoetica.blogspot.com.br/

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

CAMPANHA: NOSSO FOCO É O CINEMA

Para um BLOGUEIRO CINÉFILO cinema é arte, talento e magia. Ele lê muito sobre a sétima arte, pesquisa, passa horas diante do computador, coleta imagens raras e principalmente vê filmes, muitos filmes. Movido pela paixão cinematográfica, abre as portas para um novo mundo. O que mais o anima a continuar são os COMENTÁRIOS dos internautas. Tornar-se SEGUIDOR do seu blog é uma grande alegria. Pense nisso e apoie os blogs cinéfilos DEIXANDO COMENTÁRIOS e SEGUINDO-OS. O cinema agradece.

O Falcão Maltês

Tsu disse...

Oi Renato.
Confesso que meu primeiro contato com Almódovar foi em A Pele que Habito mas agora...pretendo ver outros grandes filmes dele.
bjs

Márcio Sallem disse...

Infelizmente não gosto, embora reconheça o esforço estilístico do diretor em contar a sua história. Das críticas que faço, acho exagerado o emprego de alguns recursos narrativos e o roteiro não faz o menor sentido quando analisado em retrospecto. Mas, espero novos filmes deste diretor, o que é um bom começo.

Alan Raspante disse...

Adorei 2 Coelhos! Achei um filmaço. Um dos melhores do ano ;)

Marcos Rosa disse...

O Filme foi audacioso e teve seus méritos, que superaram e muito os deméritos.
Sobre o seu comentário lá no Algunsfilmes, se a revista é melhor que o filme então deve ser perfeita mesmo, pois gostei muito do filme V de Vingança.

Anônimo disse...

Adorei, realmente é um filme policial muito bom, com tramas que prende no inicio ao fim.
Sônia Alves