A Batalha dos Aflitos

Como tinha informado anteriormente, terei a honra de contar com a colaboração de alguns amigos no blog. Dessa vez, a participação é de Cinara Gaúcha. Apaixonada por cinema e por futebol tem todo crédito cinematográfico ao ter me convencido a assistir a série Dexter e ao filme Donnie Darko, obra imperdível e marcante. Com vocês um texto sobre uma bela batalha, sobre paixão, esporte e futebol.





Inacreditável – A Batalha dos Aflitos

Por Cinara Gaúcha

A final do Brasileiro série B de 2005 foi tão absurda, tão inacreditável, que parecia coisa de filme. E virou um. E não um filme qualquer, e sim um documentário que desdobra de tal forma o sentimento dos torcedores e jogadores do Grêmio que é altamente motivador e inspirador até mesmo para os que não são tão chegados assim às loucuras do esporte bretão.


Nós, amantes de futebol convertidos ao Gremismo, costumamos levar ao pé da letra a máxima de que o jogo “só termina quando acaba”. E como dizemos no sul, não tá morto quem peleia. E no fatídico jogo Grêmio x Náutico, caro leitor, tudo isso foi comprovado superlativamente.


Improbabilidade infinita. Isso define a situação: final de campeonato, 35 minutos do 2º tempo, jogo fora de casa, 7 jogadores em campo. Se assim já estava ruim, ainda conseguiu piorar: pênalti para o Náutico.


Mas...era o Grêmio jogando. Era a torcida que mais empurra o time vibrando. Era mais de um século de tradição, paixão e raça. E 71 segundo depois, o milagre. A glória. Impensável, indescritível, inimaginável. Inacreditável.


A história ficou mundialmente famosa. O filme nem tenta explicar o inexplicável. Ele escancara o sentimento que nunca tem fim, o desespero que tomou conta da nação tricolor e, diante dos feitos do time, a renovação de uma paixão imortal e fulminante.


Os depoimentos de jogadores, de ídolos consagrados e de personalidades emocionam porque têm em comum sentimento, orgulho e perplexidade diante dos fatos. Transcende o futebol: trata-se de superação, de luta, de entrega. Deixa uma lição para ser utilizada na vida, nas batalhas diárias e nos momentos em que parece que nada mais nos resta. Mas...definitivamente, tudo só acaba quando chega ao fim.


Muitos se converteram nesse dia. Os deuses do futebol são justos.

É um filme sobre raça, paixão. Sobre luta e sofrimento. Sobre triunfo e redenção. Sobre as coisas que importam na vida.


5 pipocas e um chocolate!


1 - pipoca - péssimo

2 - pipocas - ruim

3 - pipocas - razoável ; regular

4 - pipocas - bom

5 - pipocas - ótimo


15 comentários:

Tiago Britto disse...

Me lembro desse hoje rs...torci e muito pelo Timbú...inesquecível rs

renatocinema disse...

Eu também. kkk. Até porque a minha lusa dependia do resultado. kkk. Mas, foi um jogo marcante, não temos como negar.

Hugo disse...

Também torci o Náutico neste dia, mas inacreditavelmente eles conseguiram perder o jogo.

Até mais

Fábio Henrique Carmo disse...

Pena que esse jogo acabou gerando uma série de manifestações imbecis alegando uma "superioridade" gaúcha diante dos "paraíbas". É muito triste ver que comportamentos como esse ainda são comuns.

renatocinema disse...

Fábio foi bem no comentário. Imbecis atrapalham a visão correta de algo bacana e do esporte.

Marcos Rosa disse...

O esporte nos apronta cada uma heim, não existe adjetivo para esse jogo. Está entre os 5 mais emocionantes da história do futebol brasileiro.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Não entendo quase nada de futebol...

O Falcão Maltês

Celo Silva disse...

Não vi o jogo, nem o filme, mas lembro da repercusão que foi o caso. Por isso o futebol é o esporte mais emocionante do mundo, podem falar o que for.

renatocinema disse...

Celo realmente o futebol é mágico.

Alysson Mello disse...

Também não vi o filme mas esse caso deu o que falar na epoca, particularmente eu não entendo muito de futebol, mas enfim!

Karla Hack dos Santos disse...

Eu não sou lá muito entendida de futebol.. mas, sei até para quem indicar!

;D

Joicy Sorcière disse...

Conheço alguém que gosta muito!!!!!!

Tsu disse...

Oi Renato.
Ah sim claro que o Curinga merece meu desafio de achar cosplays...mas farei isso com cama pra escolher uns bem legais, Já vou comentar sobre essa postagem!

Kamila disse...

Eu me lembro como se fosse hoje desse jogo. Foi uma das situações mais inacreditáveis mesmo que eu já vi acontecer no futebol, um esporte do qual gosto e acompanho. Foi um jogo épico, com a cara do Grêmio, que é um time raçudo e vibrador. Mas, o azar ali foi todo do Náutico... Azar total... Não era pra ter sido deles aquela vaga do acesso. Não era. E, vendo a situação do jogo, você acredita nisso. Sabia da existência desse documentário, mas nunca tive a chance de assistir.

Alysson Mello disse...

Não sou muito ligado em futebol mas sei pra quem indicar filmes como esse. Particularmente é um tema que nao me interessa muito apesar de ter visto varios filmes com essa tematica.