Versos Íntimos

Augusto dos Anjos


Aprendi meses atrás, através do poema "Mude", de Edson Marques, que as vezes precisamos sair da zona de conforto, da rotina do dia a dia. É necessário abrirmos nosso leque de possibilidades.


Como estou num momento absurdamente insano na Universidade (duas semanas de provas) resolvi mudar novamente. Ao invés de falar sobre cinema, irei publicar, humildemente o poema que mais amo: Versos Íntimos, de Augusto dos Anjos.


Poema rico, inspirador e apaixonante.


Quem não conhece, espero que aprecie; quem já leu, espero que a nova leitura seja novamente apaixonante.


Semana que vem eu volto com minha maior paixão: o cinema.




Versos Íntimos


Vês?! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!



Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nessa terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.



Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.



Se alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga
Escarra nessa boca que te beija!


Pau d' Arco - 1901





Poesia - 5 pipocas - imperdível


1 pipoca - péssimo

2 pipocas - ruim

3 pipocas - razoável/regular

4 pipocas - bom

5 pipocas - imperdível

13 comentários:

! Marcelo Cândido ! disse...

A poesia aproxima qualquer ser humano da perfeição
...

Cristiano Contreiras disse...

Eu lembro de minha professora do colegial, Jerúsia, era fã dele. Realmente, é tocante o trabalho desse eterno poético. Um abraço!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Poema marcante, assim como toda a obra da poeta.

O Falcão Maltês

Luna Sanchez disse...

5 PACOTES de pipocas, Renato!

=)

Beijos, moço.

Fábio Henrique Carmo disse...

Durante muito tempo, eu era fã de Augusto dos Anjos. Hoje, não aprecio muito o seu pessimismo constante. A vida nos reserva decepções e momentos difíceis, mas também muitas surpresas boas e alegrias.

De qualquer forma, esta é uma grande poesia! Abraço e boas provas!

quaresma. disse...

eu nunca tinha lido, gostei *-*

beijas, sorvete ;*

Roberto Machado Alves disse...

Eu não conhecia. Li e gostei bastante. Parabéns pela bela postagem.

Um abraço e ótimas provas.
Roberto, Rio de Janeiro

Patrícia ♥ disse...

O Blog "Pieces Of Me'
chegou aos seus 400 seguidores,
e tem o prazer de te prestigiar com
um selinho lindo!!

Beijos,
e obrigada pela presença no meu cantinho..

o selinho esta no link :http://momentosdapathy.blogspot.com/2011/11/400-seguidores.html

Karla Hack dos Santos disse...

Adoro este poema também...
Augusto tem uma força obscura que toca a alma...

Ótima escolha!

;D

Kivia Nascentes disse...

Inovou e ahazou querido! Adoro esses poemas como você já deve imaginar.


beijos!

Frau Forster disse...

Perfeito para quem acha que poema é só coisinha de amor blá blá blá.
Adoro esse cara!
beijo

Guilherme Z. disse...

Oi Renato, topa trocar link com meu novo blog? Vou criar uma página de blogs que recomendo lá e o seu não pode faltar. Já fazemos parceria com os meus outros, mas uma divulgação a mais não faz mal a ninguém.

Ah, e no final das críticas desse blog tem sempre uma enquete para deixar uma nota para o filme ou para avaliar sua expectativa quanto a ele. Sempre que puder participe para ajudar nas estatísticas. Como você vê vários filmes e tem olhar crítico, vou gostar que participe.

Abraços

http://cineinteresseespecial.blogspot.com

Guilherme Z. disse...

Pronto ja estou divulgando seu blog na guia OUTROS BLOGS, add o meu link

http://cineinteresseespecial.blogspot.com

Nesta segunda uma nova crítica será postada