MUDE

Mude – Essa semana, durante aula na Universidade, fui apresentado a poesia “MUDE” de Edson Marques. Resolvi segui-la, pelo menos em um pequeno gesto, mudando a visão do meu blog por uma semana. Ao invés de comentar sobre um filme publico integralmente a poesia "MUDE".


Semana que vem tudo voltará ao normal. Será?



MUDE
Edson Marques

Mas comece devagar,
porque a direção é mais importante
que a velocidade.

Sente-se em outra cadeira,
no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.

Quando sair,
procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho,
ande por outras ruas,
calmamente,
observando com atenção
os lugares por onde
você passa.

Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.

Tire uma tarde inteira
para passear livremente na praia,
ou no parque,
e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche as gavetas
e portas com a mão esquerda.

Durma no outro lado da cama...
depois, procure dormir em outras camas.

Assista a outros programas de tv,
compre outros jornais...
leia outros livros,
Viva outros romances.

Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.

Aprenda uma palavra nova por dia
numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos,
escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores,
novas delícias.

Tente o novo todo dia.
o novo lado,
o novo método,
o novo sabor,
o novo jeito,
o novo prazer,
o novo amor.
a nova vida.

Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.

Almoce em outros locais,
vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida
compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo,
jante mais tarde ou vice-versa.

Escolha outro mercado...
outra marca de sabonete,
outro creme dental...
tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.
Ame muito,
cada vez mais,
de modos diferentes.

Troque de bolsa,
de carteira,
de malas,
troque de carro,
compre novos óculos,
escreva outras poesias.

Jogue os velhos relógios,
quebre delicadamente
esses horrorosos despertadores.

Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas,
outros cabeleireiros,
outros teatros,
visite novos museus.

Mude.
Lembre-se de que a Vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar um outro emprego,
uma nova ocupação,
um trabalho mais light,
mais prazeroso,
mais digno,
mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre,
invente-as.
Seja criativo.

E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,
longa, se possível sem destino.

Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.

Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores do que as já conhecidas,
mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança,
o movimento,
o dinamismo,
a energia.
Só o que está morto não muda !

Repito por pura alegria de viver:
a salvação é pelo risco,
sem o qual a vida não vale a pena
(Clarice Lispector)

obs: Neste poema o autor, Edson Marques, utilizou uma frase de Clarice ao final do texto (Repito por pura alegria de viver: a salvação é pelo risco, sem o qual a vida não vale a pena) e, corretamente, creditou a frase (e apenas a frase) à autora, o que causou o engano que vem sendo insistentemente repetido a cada vez que um e-mail com o texto é reencaminhado.


Sinopse – Mude sua vida.



Poesia: 5 pipocas – imperdível



1 pipoca – péssimo

2 pipocas – ruim

3 pipocas – razóavel/regular

4 pipocas – bom

5 pipocas – imperdível

24 comentários:

Renata disse...

Poesia MARAVILHOSAAAAA!!! Já conhecia, inclusive assistindo a peça de Clarice Lispector e hoje num curso, também foi mostrado um vídeo que utiliza esta poesia...foi maravilhoso!!!
Então, vamos por um dia, pelo menos um único dia "MUDAR" nossa rotina e perceberemos que a FELICIDADE esta muito mais próxima do que imaginamos...esta dentro de nós mesmos e começa em nós...experimentem!!! Adorei meu irmão lindo...beijosss

Celo Silva disse...

Bela Poesia, me identifiquei, logo eu q sempre me pego na rotina, vou até copiar ela. Abs

! Marcelo Cândido ! disse...

Poesia, opa Renato agora falou minha língua.... hehe

Perfeito o texto
Mudar significa estar vivo

Tsu disse...

Oi Renato..tudo bem por aí? Como está passando o fim de semana?
Gostei da poesia!
bjs

disse...

Olá! Adorei seu blog, muito criativo! Também tenho um blog e gostaria que vc desse uma olhada. O endereço é: http://www.criticaretro.blogspot.com/ Passe por lá! Lê ^_^

Amanda Aouad disse...

Gostei bastante da poesia. As vezes, é tudo que precisamos.

bjs

Tsu disse...

Oi Renato. Ah mas mudar algumas coisas, nem quesejam pequenas de vez em quando é muito bom. E até necessário para nosso bem-estar. Podmeos acabar descobrindo novas coisas.
bjs

Luna Sanchez disse...

Eu tenho problemas com mudanças, confesso, sou uma chata de galocha...rs

Ah, Renato, nesse fds assisti "Amor e Outras Drogas" e "A Origem". Gamei em ambos, 5 pipocas pra cada e com parmesão, que são ainda mais gostosas!

=D

Beijocas, boa semana.

Tsu disse...

Oi Renato..ah então vc curte personagens psicóticas/ Aposto que é fa da Arlequim e as demais sereias de Gotham City...

Thiago Priess Valiati disse...

Interessante (:
Agradeço a visita no meu blog. Tua coleção parece ser interessante também a primeira vista.
Abraços!!

Maxwell Soares disse...

Gostei da poesia... gostei do blogger. também, sou louco por cinema e livros. Faz uma visitinha, lá. Teu blogger é parada obrigatória

Paulinha Leite disse...

Lindo, lindo, mil vezes lindo! A gente tem que seguir como um mantra essa lindissima poesia. A vida nos chama a todo momento!
Ótima semana. Sorrisos e sol-risos!
O beijo! :*

lucass repetto disse...

Muito bom!

Tsu disse...

Oi Renato.
Ah eu adoro a Arlequim...ela é tão insana e fofa rs...nossa, aposto que quem ganhou o presente deve ter adorado!

leandroaleixo disse...

Muito bom!! Achei interessante..voce mudar tbm,muito bom!!!
Parabens...tem muitas coisas ai que faço,curte muito tudo isso.!vlwlw

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Ótima conselho... Mudar (ou seja, enxergar com outros olhos o mesmo de sempre) é vital.

O Falcão Maltês

Tsu disse...

Oi Renato!
Opa, que legal! Então seu presente foi uma tática...encontrou sua Bela =)

Edilaine Borges disse...

Oi Renatooooo
já te viii em tantos blogs .. e vim te visitar
ameiii e já estou fikando por aquii um beijinhoo ^^.

Tsu disse...

Oi Renato.
OHOHOH ela é uma dualidade? Bom, vc diz que é a Fera mas talvez assim como ela, você tenha um pouco da Bela =)

quaresma. disse...

se eu precisava de alguma confirmação sobre mudar, hoje eu tive a minha (:

beijas, eterno ;*

BLOG DE POESIAS DO PROFEX disse...

Renato, é realmente lindo o poema. Que foi inclusive gravado por Simone Spoladore no disco de mensagens do Bial. Quanto a esse lance da confusão de autoria é complicado. Por isso nunca devemos incluir trechos de outros poemas nos nossos, mesmo que depois coloquemos a autoria. Quem copia vai esquecer de acrescentar a mensagem e passamos a ser plagiadores...
Vi que gosta de poesias, meu amigo.
E isso é muito bom. Grande abraço!

Edson Marques disse...

Renato,

Agradeço pela publicação.

Mas esta parte:

"Repito por pura alegria de viver:
a salvação é pelo risco,
sem o qual a vida não vale a pena
(Clarice Lispector)"

NUNCA existiu no meu poema.

Foi acrescentada por alguém: daí a confusão de autoria: as pessoa veem o nome de Clarice no final, e, apressadas, supõem ser dela o poema todo.

Abraços!

renatocinema disse...

Edson, fui apresentado a esse poema pelo professor Rafael Sousa.

Adorei e estou sempre divulgando ele.

Abraços

Pequi disse...

Gostei muito do poema, mudar é a coisa mais dificil do mundo, mas nunca é tarde para aprender. As mudanças são importantes para o nosso crescimento.Adorei o seu blog