Cães de Aluguel


Cães de Aluguel – Estou em dúvida de como começar o texto sobre “Cães de Aluguel”. Afinal, o filme de estreia de Quentin Tarantino é perfeito em tantos quesitos, que é covardia escolher uma parte como preferida:


- O roteiro é espetacular, foge dos padrões do cinema comercial americano e hoje vários são os roteiristas que seguem sua ideia para iniciar uma obra. Nada de inicio, meio e fim redondinhos. Se a trama não possui enredo tão diferente como “Pulp Fiction – Tempos de Violência" já demonstra que Tarantino possui um estilo diferente de narrar suas fábulas.


- A trilha sonora é magistral e perfeita com destaques para as canções: “Little Green Bag” de George Bake e, principalmente, “Stuck In The Middle With You” de Stealers Wheel. As músicas em “Cães de Aluguel” são insanas e cruéis, como o próprio longa-metragem e todos os seus personagens.


- Os diálogos, em especial o primeiro na mesa de bar, aparentemente, é simples, comum e refém do cotidiano. Contudo, nas obras do diretor de “Bastardos Inglórios” nada é simples ou superficial. Tudo tem pretexto, duplo sentido e uma pitada de psicose. Afinal, para se discutir sobre uma música da cantora Madonna em uma simples mesa de café, e não cair no banal ou caricato, o roteirista precisa ter um ponto a mais para acrescentar. Questão que Tarantino tem de sobra. E mostra isso ao reunir nos diálogos assassinos, ladrões e psicopatas.


- O elenco é covardia, de tão talentoso e inspirado para personagens cheios de malandragem e vadiação: Harvey Keitel (“O Piano”), Tim Roth (“Grande Hotel”), Michael Madsen (“Kill Bill”) e Steve Buscemi (“Fargo”) estão maravilhosos em suas figuras dramáticas. É sacanagem e torturante ter que escolher entre um deles. Por isso, elogio todos os atores da obra, até o próprio Quentin Tarantino em sua pequena ponta.


- As cenas de violências são geniais e impressionantes, com destaque, sem dúvida, para a tortura do policial que perde a orelha ouvindo “Stuck In The Middle With You”. Cena impressionante e digna de qualquer filme de terror. Entendo que essa, ao lado do estupro em “Pulp Fiction – Tempos de Violência” como as cenas mais fortes entre as obras de Tarantino, mais até do que a morte de Hitler.


Ninguém conta histórias tão boas de violência no cinema como Quentin Tarantino. Ele consegue apresentar em seus filmes traições desumanas, torturas dignas de nazistas e tudo isso com a mais perfeita canção ao fundo (outro destaque do diretor é escolher ótimas músicas para seus filmes).


Quentin Tarantino é um grande mestre da brutalidade. Para chamar alguém de mentor temos que assumir que, talvez, ninguém saiba contar violência hoje no cinema como ele.


Quentin Tarantino tem um defeito, não posso negar, ele gosta de atuar. Como ator ele é caricato, pastelão e digno dos piores vilões entre filme dos Trapalhões. Porém, sua escolha para atuar em filmes “B” também merece elogios: “Um Drink no Inferno”, “Johnny Destino” entre outros provam que se Tarantino é fraco como ator, ele gosta sempre de estar em produções que beiram a bizarrice. E isso, também merece elogios.


Texto dedicado ao amigo Lyv. Afinal, as diferenças entre as opiniões fazem parte do crescimento.


Sinopse – Joe Cabot (Lawrence Tierney), um experiente criminoso, reuniu seis bandidos para um grande roubo de diamantes, mas estes seis homens não sabem nada um sobre os outros e cada um utiliza uma cor como codinome. Porém durante o assalto algo ao saiu, pois diversos policiais esperavam no local. Mr. White (Harvey Keitel) levou Mr. Orange (Tim Roth), que na fuga levou um tiro na barriga e morrerá se não tiver logo atendimento médico, para o armazém onde tinha sido combinado que todos se encontrassem. Logo depois chegou Mr. Pink (Steve Buscemi), que está certo que um deles é um policial disfarçado e eles precisam descobrir quem os traiu. Em um clima de acusações mútuas a situação fica cada vez mais insustentável.


Filme: 6 pipocas (obrigatório)


1 pipoca – péssimo

2 pipocas – ruim

3 pipocas – razóavel/regular

4 pipocas – bom

5 pipocas – imperdível

21 comentários:

Amanda Aouad disse...

Adoro Cães de Aluguel, Tarantino conseguiu fazer uma obra-prima de filme de ação que se passa praticamente dentro de um galpão. Os diálogos são mesmo eletrizantes e nos deixam presos nessa obra. Destaque mesmo para a cena da orelha, um clássico.

Anônimo disse...

preciso rever (nelson).

Emmanuela disse...

Magistralmente aterrorizante! Tarantino já está na história; sua genial criatividade e seu estilo insólito no comando da direção são os grandes responsáveis.

Maxx disse...

Esse filme é excelente. Parabéns pelo blog. Dá uma olhada no meu e se tiver interesse numa parceria é só entrar em contato. Abç.

http://telecinebrasil.blogspot.com/

Jacques disse...

Este é um de meus filmes preferidos.
Bizarramente engraçado e mentalmente atordoante.
A discussão sobre o 1 dólar que o Steve Buscemi se recusava a dar de gorjeta à garçonete é simplesmente brilhante.
Curiosidade: Steve Buscemi é o garçom mal educado Buddy Holy em Pulp Fiction...
Piada interna?
Não dá para saber...
Só dá para ter certeza que este é um filme inesquecível por diversos motivos.
Valeu e até a próxima.

Rafael W. disse...

Brilhante! Diálogos e direção genial. Tarantino, já em sua estréia, cria uma autêntica obra-prima.

http://cinelupinha.blogspot.com/

! Marcelo Cândido ! disse...

E quando você vê o filme acabou, ah não!

♪ Sil disse...

Nesse feriado, mais uma dica pra alugar meus filmes.

Beijooo meu querido!

Um feriado bem bacana!

Guará Matos disse...

Oi, tudo bem com você?
Como eu havia dito antes, estou afastado do Blogosfera por vários motivos, inclusive por conta do site “ABORDAGENS & IMPRESSÕES”/ http://abordagenseimpressoes.com/ que eu acabo de criar e publicar na Internet.
Gostaria de contar também com você por lá, acompanhe-o e também interaja comigo por lá.
Como todos nós sabemos, site tem uma dinâmica diferente do blog, é mais consultivo e informativo. É de maior abrangência, já que se pode explorar muito mais. O blog é mais direto e normalmente de temática única.
Me visite por lá e me siga. Vou gostar e ficar extremamente feliz e agradecido por mais esse voto de confiança.

Beijos.

Hugo disse...

Assisti o filme em uma pré-estréia na época e não tinha a mínima idéia do grande filme que seria.

Foi uma ótima surpresa.

Taratino já mostrava aqui todo o seu talento.

Abraço

MOISÉS POETA disse...

Renato, meu velho !

Cara ! sou suspeito para falar dos filmes de tarantino. adoro todos os filmes dele. Bastardos inglórios , para mim , é uma verdadeira obra prima .(a cena na taberna é de tirar o fôlego) Cães de aluguel também achei uma maravilha. os dialogos são todos memoráveis .

grande abraço , Renato !

Cristiano Contreiras disse...

Olhe, esse é um filmaço mesmo, e olhe que eu vi tem muuuito tempo! Gosto da adrenalina que ele passa, do elenco em coerência e sintonia. E foi muito bom, agora, ler seu texto e ir montando o filme em minha mente...parabéns!

Vou revê-lo!

abraço

audaciosopensamento disse...

A primeira vez que assisti, não gostei. Já conhecia outros filmes de Tarantino e achei esse péssimo e fraco. Dei uma segunda chance ao filme e o assisti pela segunda vez, bom... Tenho ele entre meus Dvds do Tarantino, hahahahaha. Realmente o filme é obrigatório. Super interessante esse seu blog, Renato. Parabéns.

David Almeida.

JhonSiller disse...

Quando vi a primeira vez não gostei, acho que eu era novo. Mas depois que vi pela segunda vez me impressionei com os diálogos.

valquiria silveira disse...

Nesta vida conheci muitos amigos,mas esse blog realmente é um Sonho De Deus. Pois tem me dado amigos especiais. Amigo não é uma definição escrita ou falada,mas é o carinho o mimo de cada um sem dar,pedir nada. Obrigado pelos mimos,agradeço pelo carinho com o Sonhos De Deus. Gostaria muito de ti ver no feita poesia que é um pouco de mim se gostar me segue e comenta vou ficar muito feliz e vai me dar muito animo esta dificil não conseguir interagir com quem aprendi a amar a cada dia o feita poesia vai me colocar perto de vc ...Uma linda semana iluminada fica com papai do céu ti amoooo saudadesss bjbjbjbjbj no teu lindoo coração obrigadooo vc é muitoo especial pr mim !!! http://soueufeitapoesia.blogspot.com/

Larissa disse...

nunca vi... vou procurar pra baixar!

Gostei do seu comentário :)

Vinicius.C disse...

Boa tarde!

Rapaz que espaço perfeito!!

Adoro cinema, gosto de tudo que é bom!

Eu gostaria de ver uma postagem sobre o filme "Meu pé esquerdo" um dos que mais gostei!

Caso ja tenha feito, eu acabo encontrando entre seus posts antigos.

Um forte abraço ja sigo vc!

Podendo venha conhecer o Alma- meu blog!

Cristine Lima disse...

Olá, tudo bem?
Gostei demais do seu blog e de como fala do cinema com tanta paixão! Eu gostaria muito de ler um comentário seu sobre o filme "Banquete do Amor" com Morgan Freeman, já viu? Filme baseado em um romance, de uma sensibilidade à flor da pele, com textos cheios de sentimentos e profundamente humanos...
Já te sigo. Gostaria de convidá-lo para ver o meu blog também. Comentários são muito bem vindos.

Larissa disse...

Vc me add num perfil que não direciona pra esse blog xP

Gi disse...

adorei a dica!!

Gente lembrando que lá no meu blog está rolando 2 SORTEIOS ESPETACULARES!!! SORTEIO MOROCCANOIL E SORTEIO MAISON JOLIE!!!

www.pimentaroja.blogpsot.com

Bjoss

Gi

Marcos Rosa disse...

Então, vida longa a parceria.

Este é obrigatório sim, sinto vergonha em dizer que ainda não o vi.