400 Contra 1


400 Contra 1 – Essa semana assisti a comédia de ação “Tiras em Apuros” de Kevin Smith. Para um filme sem maiores pretensões, além da diversão e do bom humor, achei que seria justo fazer um comentário sobre a produção. Afinal, Bruce Willis (“O Sexto Sentido”) estava hilário e engraçado. Entretanto, ao terminar de ver hoje o longa-metragem nacional “400 contra 1” entendo que o comentário precisa ser direcionado ao filme de Caco Souza.


Baseado no livro 400 contra 1, escrito por William da Silva Lima – um dos fundadores da organização criminosa o filme, na minha visão, é uma série de erros. O elenco está perdido, mesmo o bom ator Daniel de Oliveira (“Cazuza”) parece fora de foco e caricato; a trilha sonora, tão marcante em produções nacionais, também não conquista. Mas, sem dúvida, a maior crítica vai ao roteiro. As idas e vindas do tempo faz com que o público se perca não se emocione e pareça perdido.


A história do Comando Vermelho, mesmo sendo uma trama criminosa merecia uma narrativa contada de forma mais rica e histórica. Uma pena. Me recordei do filme "Lula, O Filho do Brasil" uma história que deveria ser contada de forma interessante e que se perdeu na construção.


Sinopse – William da Silva é preso no presídio Ilha Grande onde convive com presos políticos. Com a mente “transformada” cria uma aliança ideológica onde a amizade se fortalece entre conflitos e assaltos, gerando-se dívidas a tal ponto de foragidos retornassem a ilha para libertar os companheiros.


Filme: 1,5 pipocas


1 pipoca – péssimo
2 pipocas – ruim
3 pipocas – razóavel/regular
4 pipocas – bom
5 pipocas – imperdível

23 comentários:

Amanda Aouad disse...

O filme é lamentável mesmo, aquele ping pong temporal do roteiro é sem sentido. Esperava mais.

abraços

Cristiano Contreiras disse...

Ainda nem conferi, mas só tenho lido péssimas opiniões sobre.

E "Lula" tem seus méritos.

abs

vitrolanacaixola disse...

Tbem tenho visto muitas críticas a respeito. Vou assistir para dar a minha opinião.
Agora estou à caminho de Harry Potter, mas to doida pra ver o filme do Bruno Mazzeo - Muita calma nessa hora. Assim que você assitir, não deixe de colocar aqui a sua crítica, ok?
P.S.: Seu blog está muito legal!!
bjo!

gabriel disse...

um filme que eu não estava fazendo questão de ver, a sinopse não me convenceu e, pelo jeito, está chovendo críticas negativas sobre. :/

Quareesma disse...

filme nacional que eu assisti e atórei foi 'muita calma nessa hora', tu já viu?! '-'

beijas, eterno apaixonado :*

Priscilla Marfori... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Priscilla Marfori... disse...

Oi amigo, vou conferir e deixo minha opinião depois...

Grande abraçO.

Quareesma disse...

só pra constar: não sou irônica quando te chamo de 'eterno apaixonado', mas se tu quiser eu paro '-'

beijas :*

JhonSiller disse...

É o filme do Lula ficou ruim mesmo. O próprio Fernando Bonassi disse isso. Eles tinham uma baita historia mas nao souberam aproveita-la

Wally disse...

Todo acharam este filme fraco mesmo. Não estou com vontade de conferir... talvez em DVD.

Película Criativa disse...

Ainda bem que não assisti o filme. Não conheço uma pessoa que tenha gostado.

Quareesma disse...

lindo é você parar no blog logo de manhã *---------*

beijas, eterno :*

Tô Ligado disse...

Incrível como o cinema brasileiro tem seus altos e baixos!!!

Sunflower disse...

Vamo combinar que o título desse filme como apologia a punheta foi uma péssima ideia.

Áires Cássia disse...

Olá Renato...
Obrigada pela visita..
Quanto ao filme não tive a oportunidade de ver ainda...
Assim que conseguir ver...faço igual nosso amigo acima...deixo minha opinião...
Boa noite

Kivia Nascentes disse...

Com esse tanto de pipocas que você deu acho que não vai entrar para a lista dos filmes que quero ver, já que são tantos que estão aguardando para serem assistidos.

Assistiu o pequeno nicolau? 10 pipocas pra ele!

beijos

Paulinha Leite disse...

Oi amigo! Voce sempre tao presente e eu sempre ausente, sinto-me até mal diante disto... mas sempre que posso tento deixar meu carinho a todos que passam em meu cantinho!
Adoro teu blog, adoro filmes, e amo a maneira como vc abroda e dá tua opiniao a cada um deles...

Luz!!! Sorrisos! :)

JhonSiller disse...

Fico feliz do meu texto ter te remetido à isso.
Saudades Renato

Paulinha Leite disse...

P.S.1: Escrevi "ABRODA" quando na verdade era "ABORDA" rs
P.S.²: Obrigada pelo carinho de sempre!
P.S.³: Com tanta gente falando em pipocas deu até vontade de comer uma pipoca quentinha com manteiga hahaha

Ricardo Morgan disse...

Poxa, desse jeito nem animo ver! hehe Cara, muito bom o seu blog! Vou favoritar no meu! Ah, obrigado pela visita lá no "lixão"!

Abraços,
Ricardo Morgan

Foose disse...

Achei muito ruim também! A historia é interessante mas o filme foi muito mal feito, e não conseguiu abordar a historia com deveria! Excelente para se fazer dormir!!!:-(

Um grande abraço...

Guará Matos disse...

BICHO DE SETE CABEÇAS
(Composição: Zé Ramalho, Geraldo Azevedo e Renato Rocha)

Não dá pé
Não tem pé, nem cabeça
Não tem ninguém que mereça
Não tem coração que esqueça
Não tem jeito mesmo
Não tem dó no peito
Não tem nem talvez ter feito
O que você me fez desapareça
Cresça e desapareça...

Não tem dó no peito
Não tem jeito
Não tem ninguém que mereça
Não tem coração que esqueça
Não tem pé, não tem cabeça
Não dá pé, não é direito
Não foi nada
Eu não fiz nada disso
E você fez
Um Bicho de Sete Cabeças...

Não dá pé
Não tem pé, nem cabeça
Não tem ninguém que mereça (Não tem ninguém que mereça)
Não tem coração que esqueça (Não tem pé, não tem cabeça)
Não tem jeito mesmo
Não tem dó no peito (Não dá pé, não é direito)
Não tem nem talvez ter feito (Não foi nada, eu não fiz nada disso)
O que você me fez desapareça (E você fez um)
Cresça e desapareça... (Bicho de Sete Cabeças)

Bicho de Sete Cabeças!
Bicho de Sete Cabeças!
Bicho de Sete Cabeças!

Guará Matos disse...

Putz coloquei o comentário no lugar errado, era no post posterior, que coisa!