THELMA & LOUISE


 
 
Thelma & Louise - "Ao rever a poesia romântica do filme e do final de Thelma & Louise fica impossível não fazer uma auto análise sobre a vida pessoal de cada um. Trilha sonora especial que meu reizinho de um ano vinha dançar na frente da tv. Lindo rever certos clássicos." Foi esse meu comentário, na rede social, sobre o filme.
 
 
Mesmo com tempo escasso, devido ao TCC da faculdade, acho que a obra, dirigida por Ridley Scott, - do espetacular e inesquecível "Blade Runner - O Caçador de Androides" -, voltou a mexer  comigo e resolvi fazer um comentário sobre essa obra tão impactante, pelo menos para mim.
   
 


 
"Thelma & Louise" nos obriga a perguntar sobre nosso presente e futuro: Vale a pena viver dessa forma? E se hoje fosse nosso último dia de vida, teria válido a pena viver desse jeito? Você é feliz no casamento? Com muitas perguntas e poucas respostas a obra nos tira do marasmo.
 
 
No mundo selvagem, insano e capitalista em que vivemos hoje, somos obrigados a deixar para amanhã, os prazeres pessoais em nome da pressão que sofremos. A sociedade e a cultura do mundo atual, nos exige posturas e atitudes que nem sempre, queremos ou escolhemos por vontade própria. Quando somos apresentados ou revemos pequenas joias culturais e artísticas como "Thelma &  Louise", detectamos o quanto a  sensação de liberdade e prazer nos faz feliz.
 
 
 

 
 
 
 
Geena Davis ("Os Fantasmas Se Divertem") e Susan Sarandon ("Os Últimos Passos de um Homem") são as protagonistas que ajudaram, com suas estupendas interpretações a fazer dessa obra um marco. Suas atuações, em combinação perfeita, são um diferencial do longa-metragem. Entretanto outros atores do filme também merecem citação: Brad Pitt ("Lendas da Paixão") em inicio de carreira cumpre muito bem o papel do pequeno malandro; Harvey Keitel ("Pulp Fiction - Tempos de Violência")  e Michael Madsen ("Cães de Aluguel") também cumprem muito bem seus papéis.
 
 
 
"Thelma & Louise" é um road movie. Porém, não com o estilo fechado dentro desse pequeno gênero rebelde. Ao falar do estilo road movie fica quase impossível não lembrar de "Easy Rider - Sem Destino". E existem sim certas semelhanças. Do seu ritmo, que vai nos carregando para dentro da obra, passando pelo elenco inspirado, finalizando com a conclusão dos dois filmes sendo INSPIRADORES. Isso sem contar que as duas trilhas sonoras são especiais e imperdíveis.
 
 
 
A direção segura de Ridley Scott, combinada com o roteiro de Adrian Biddle, Callie Khouri e Elizabeth McBride fizeram de "Thelma & Louise" uma obra acima de seu tempo. O final, poético, como eu mesmo tinha dito, fecha com chave de ouro, uma história emocionante, sensível e apaixonante.
 
 

"A vida é como um sonho. Acordar é o que nos mata" Virginia Woolf.

     
     

     
     
    Sinopse - Cansadas da vida monótona que levam, duas amigas, uma garçonete quarentona (Susan Sarandon) e uma jovem dona-de-casa (Geena Davis) resolvem deixar tudo para trás num fim de semana. Mas no caminho se envolvem em encrencas e acabam sendo perseguidas pela polícia.



    Filme: 5 pipocas


    1 pipoca - péssimo
     
    2 pipocas - ruim

    3 pipocas - razoável/regular

    4 pipocas - bom

    5 pipocas - ótimo

    14 comentários:

    Amanda Aouad disse...

    Sem dúvidas, sensível e eterno. Adoro o filme, a forma como elas vão se tornando também nossas amigas, como se estivéssemos lá com elas dentro do carro. Um filme para pensar mesmo.

    abraços

    Maxwell Soares disse...

    Renato, irmão, que película maravilhosa. Da maneira como você escreveu me parece que o filme nos convida a um análise a respeito de nossa própria existência. Gostei...

    Renato Almeida disse...

    Ainda não vi, mas me chamou atenção. Parece o tipo de filme que chama atenção e nos prende do inicio ao fim.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    renatocinema disse...

    Renato Almeida é filme imperdível.....mágico.

    abs

    Tô Ligado disse...

    Filmes com Susan Sarandon sempre valem a pena.

    Nita Oliveira disse...

    Pela descrição, um filme imperdível!
    Bom fim de semana
    Beijo.
    Nita

    Iza disse...

    Mais que clássico! Tá na minha longa lista de "filmes para ver quando tiver tempo livre" hahaha.
    Abraços e boa semana :)

    Alan Raspante disse...

    Ah, concordo com você... Um excelente filme MESMO! De todos os modos possíveis!

    Vale 5 pipocas!

    Tsu disse...

    Renato.
    Opa valeu por ter curtido a idéia inicial.,se puder acompanhe a fanfic!
    E sim, esse filme é muito bom embora tenha anos que eu assisti rs.
    bjs

    Celo Silva disse...

    Um dos meus filmes favoritos do Ridley Scott. A cumplicidade entre as duas é a grande força do filme. E que final emblemático.

    Abraço!

    Tsu disse...

    Oi Renato!
    Opa, obrigada!
    bjs

    Iza disse...

    Não vi esse filme por pura preguiça e falta de vergonha na cara, pois minha mãe já havia me indicado várias vezes de tãoo bom.
    (Será meu dever assisti-lo)
    Sim, adoro anos 70, mas não cheguei a assistir toda Dancin' Days... legal que você conseguiu em dvd, a novela é mais que icônica ;*
    Abraços :)

    Pedrita disse...

    esse filme é incrível realmente. beijos, pedrita

    Kahlil Appel disse...

    Um dos meus filmes favoritos!