Lanterna Verde


Lanterna Verde – Aviso importante: se você gosta de história em quadrinhos de super-herói, como eu, não cometa o erro, grave, de assistir ao filme “Lanterna Verde”. É uma vergonha o filme ser chamado de adaptação de quadrinhos.


Sábio e inteligente é o gênio Alan Moore que não permite que seu nome seja vinculado em suas obras que viram filmes, com isso fica sem o risco de passar a humilhação de ver seu nome num longa-metragem como esse. Cinema e quadrinhos são artes tão diferentes que precisam de muito critério para funcionar bem quando são unificados.


Para os fãs de quadrinhos afirmo: temos aqui um roteiro patético, fraco e sem profundidade. Gostaria de entender como os produtores autorizam que uma narrativa como essa seja levada ao cinema, visto que era mais do que previsível que o filme não faria grande sucesso junto ao público.


Os fãs de “gibis” sabem a aberração que o filme apresenta e irão malhar a produção mais do que fazem normalmente. Sei que o grande público entende que nós, fãs de quadrinhos, somos Nerds, chatos e exigentes demais. Afirmo a todos: ainda bem. Se um de nós tivesse assinado o roteiro de “Lanterna Verde” teríamos um grande filme, como aconteceu com “X-Men” e os novos “Batman”.


A preocupação do roteirista era tão grande em terminar o filme rapidamente que ele esqueceu que a trama precisava de algum conteúdo. Os personagens são superficiais e vazios. O principal vilão do filme, Parallax, é pouco apresentado e não agrada o público. O desfecho é bisonho e muito rápido, parece uma corrida contra o tempo.


Personagens secundários importantes, como Sinestro, aparecem menos do que deveriam, uma falha imperdoável. Erro da narrativa que estava crente que o filme ganharia uma continuação. Torço para que isso não ocorra.


É absurdo, por exemplo, vermos um grande “vilão” sendo desperdiçado no filme porque faltou competência e humildade para se contar uma boa história.


Contudo, alguns pontos, poucos, não merecem críticas:


Os efeitos especiais, que cumprem sua função de forma satisfatória e Ryan Reynolds (“Enterrado Vivo”) que possui uma boa atuação e não compromete o filme.


Mas, o filme merece um grande elogio: não é a pior obra “baseada” em quadrinhos levada ao cinema. Entendo particularmente que “Superman – O Retorno” leva a estatueta desse prêmio humilhante e vexatório.


Entretanto, se você está procurando apenas um filme “divertido” com ação, efeitos especiais e no estilo Sessão da Tarde, aceite a nova produção da DC Comics. Se você não ficar verde de raiva, pode até apagar a lanterna no final do filme.


Sinopse – Em um universo tão vasto quanto misterioso, uma pequena, mas poderosa força existe há séculos. Protetores da paz e da justiça, eles são conhecidos como a Tropa dos Lanternas Verdes. Integrantes de uma irmandade de guerreiros que jurou manter a ordem intergaláctica, cada Lanterna Verde usa um anel que lhe garante superpoderes. Mas quando um novo inimigo chamado Parallax ameaça destruir o equilíbrio do poder do universo, seu destino e o destino da Terra repousam nas mãos do seu mais novo recruta, o primeiro humano a ser selecionado para a Tropa: Hal Jordan.


Hal é um piloto de testes cheio de talento e arrogante, e os Lanternas Verdes têm pouco respeito pelos humanos, que nunca detiveram as infinitas forças do anel antes. Porém, Hal é claramente a peça perdida de um quebra-cabeça e, junto com a sua determinação e força de vontade, ele tem uma coisa que nenhum outro membro da Tropa jamais teve: humanidade. Com o apoio da piloto e sua namorada de infância Carol Ferris, Hal precisa conseguir rapidamente dominar seus novos poderes e encontrar coragem para vencer seus medos, se quiser provar que não é apenas a única pessoa capaz de derrotar Parallax… mas também alguém com o potencial para se tornar o maior Lanterna Verde de todos.


Filme: 1pipoca para os fãs de quadrinhos

Filme: 2,5 pipocas para o público em geral


1 pipoca – péssimo

2 pipocas – ruim

3 pipocas – razóavel/regular

4 pipocas – bom

5 pipocas – imperdível




27 comentários:

Tiago Britto disse...

fraco fraco!

Paralax disse...

POR QUE DISCRIMINAR OS "FÃS DOS QUADRINHOS" DO PÚBLICO EM GERAL? QUE FEIO.

renatocinema disse...

Não fiz discriminação, até me inclui nessa lista. Apenas sei que nós fãs de quadrinhos somos mais chatos nessas adaptações do que o restante. Apenas esse é minha opinião.

Fábio Henrique Carmo disse...

Já imaginava esse fracasso mesmo! Já desconfiava desde o trailer. Como fã de quadrinhos, não vou assistir a isso. Abraço!

! Marcelo Cândido ! disse...

Eu quero ver toda essa turma reunida
!!!
haha

Rafael W. disse...

Tosquissimo.

http://cinelupinha.blogspot.com/

Gabriel Neves disse...

Nunca fiquei tão feliz por ter recusado assistir um filme como a esse Lanterna Verde. Depois de sua descrição, pretendo passar longe.
Abraços!

Jacques disse...

Realmente, Renato, este filme ficou bem abaixo da expectativa de qualquer quadrinhauta.
Não vi e nem vou ver.
Realmente não dá pra entender como a DC conseguiu errar tanto assim (é só olhar os filmes da Marvel, que saíram decentes).
Criei um site para meus textos humorísticos, Renato, o http://relativaseriedade.blogspot.com/
e meus textos mais "sérios" ficarão no Fantástico Cenário, se quiseres aparecer por lá, serás sempre bem vindo.
Abraço.

Luna Sanchez disse...

Eu sou Nerd, chata e exigente demais portanto também não quero desperdiçar pipocas com filmes que não merecem.

:p

Falando sério : não assisti ainda, que pena que não presta.

Um beijo.

Paulinha Leite disse...

Meu marido é fa de estória em quadrinhos de super herois! Já descartei esse filme da lista entao! rs
Uma semana cheia de surpresas risonhas pra vc! ♥

Thiago Priess Valiati disse...

Obrigado pelo comentário no Cult Fiction! Assista mesmo Sozinho contra Todos que vale muito a pena!
Quanto a Lanterna Verde, este não pretendo assistir. Definitivamente, não parece ser bom e fazer meu estilo de filme.

Valeu!!

Tsu disse...

Oi Renato!
Obrigada pelo elogio...quem dera eu conseguisse usar minha habilidade e imaginação em escrever para ganhar dinheiro! kkkkk. Muitos problemas meus acabariam.
Caramba....fiquei decepcionada com o filme do Lanterna mesmo sem ver...sua crítica mostra que o filme é realmente ruim, coisa que eu já esperava. Não sou viciada em HQS mas conheço as histórias e por isso que normalmente não curto filmes de super herois 9o que diabos fizeram no Wolverine Origens????)
Mas saiba que Lanterna Verde foi feito só para lucrar e mostrar o madito 3D.
bjs!

Rosane Marega disse...

Oie Renato, passando para deixar um BeijoOOO procê cheinho de carinho

Amanda Aouad disse...

hehe, fraco mesmo, amigo. Não achei essa tragédia tão grande, mas entendo seu ponto de vista. Uma pena mesmo que tenha sido assim.

Tô Ligado disse...

Suspeitei desde o principio. Esse filme tem uma cara de ser muito ruim msm.

leandroaleixo disse...

Eu queria ver mesmo!! Ainda não sei..vou no cine hoje..devo ver planeta dos macacos..!!!
e ai voce ja viu este!?!?

Cristiano Guerra disse...

Caro Renato,


Venho falar em nome da Franquia.
No 01 de setembro, o blog completa um 1 ano fazendo aquilo: contando histórias; e não podemos passar a data sem comemorar.
Nesse ano, sentimos que você foi nossa testemunha. Entrou nos primórdios da casa e permaneceu, como um dos visitantes mais presentes.
Decidimos, então, convidá-lo. Gostaríamos muito que, desde que você tenha a disponibilidade, nos conte o que você vê na Franquia, como foi nossa história.
Porque sabemos, que melhor do que ninguém, você nos acompanhou de perto. E é esse nosso jeito de te agradecer: publicá-lo na nossa semana de aniversário.

No dia 01, relembraremos tudo: cada momento, cada franqueado, os que saíram, os que entraram; contaremos a história que nunca publicamos.
E é também nesse dia, que gostaríamos de acrescentar você: sua opinião, do nosso melhor leitor.
E nos demais dias, os 5 franqueados atuais, nós fizemos um parágrafo juntos; a cada dia, será contada a mesma história sob a versão de cada um.

Espero que leia esse e-mail a tempo.
Não pedimos nada muito grande, o que puder nos enviar, já será motivo de nossa felicidade.
E por fim, pedimos que seja no máximo até dia 31.
(cadgs@hotmail.com)

Grato,
Cristiano Guerra.

Paulinha Leite disse...

Vim desejar uma tarde cheia de encantos e sorrisos e me desculpar pela curta ausencia. Tem sido corrido estes dias, mas sempre que posso vou conciliando blog, visitas, e tudo se encaixa! rs
Deixo sorrisos pra vc amigo :)

Thiago Priess Valiati disse...

Ah, adicionei teu blog a lista do Cult Fiction, se puder fazer o mesmo, agradeço (:
Abraços amigo!!

leandroaleixo disse...

Aguardando atualização!!

Guará Matos disse...

Um abraço, amigo!

BLOG DE POESIAS DO PROFEX disse...

Renato, sempre preciso em suas críticas. Resenhas bem concisas e que reflete um gosto verdadeiro por cinema.
este filme eu não assistiria mesmo. Sou eclético, mas gosto de qualidade.
Venho agradecer pela visita no Dia dos Blogueiros e parabenizá-lo!
Abraços!

Paulinha Leite disse...

Uma ótima quinta-feira pra vc. Flores e sorrisos :)

cleber eldridge disse...

Hunf, alem de não ser fã do heroi, o trailer me parece horrivel, fico sem expectativas.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Realmente é muito ruim. Pior que THOR.
Apareça, Renato! Abração

O Falcão Maltês

leandroaleixo disse...

Mais o filme pode ter relação com quadrinhos..Mais tem uma historia,eu ate que gostei..Tem coisas realmente fatos que fogem dos quadrinhos,como o "malvado" morre rapido.. A menina ve logo que e o super heroi mesmo de mascara..coisas que aprovei..adorei filme!

renatocinema disse...

Leandro esse é o charme do cinema, na minha visão. Eu, por exemplo, não curti tanto o filme. Isso não quer dizer que você e tantas outras pessoas gostem.

Entendo que a arte tem esse charme. Opiniões diferentes sobre o mesmo tema.

Abraços.