Natureza Selvagem


Natureza Selvagem – No meu último texto fiz comentário sobre o longa-metragem nacional “Bicho de Sete Cabeças”, estrelado magistralmente por Rodrigo Santoro. Devido a uma pequena e sincera citação que eu fiz alguns seguidores pediram para que eu falasse sobre o filme “Natureza Selvagem” dirigido por Sean Penn (“Acerto Final” e “A Promessa”). Resolvi tomar coragem e fazer minha visão sobre esse filme ESPETACULAR.

Todas as produções dirigidas pelo ex-marido de Madonna, infelizmente são poucas, tocam na ferida sobre o quanto é difícil ser humano num mundo cruel, insano e, de certa forma, triste. Baseado numa história real, o que aumenta a sensibilidade do público, a produção de Sean Penn é poética, sensível, emocionante, e tudo isso sem partir para o lado banal ou piegas. Uma verdadeira aula real de como é difícil para um homem se encontrar num mundo que o pressiona a ser o que ele não deseja.

Se você acha que o bom roteiro é o maior elogio a produção, se enganou. Além de uma ótima trama temos um elenco afiado, com destaque para Emile Hirsch (“Alpha Dog”), William Hurt (“A. I. Inteligência Artificial”) e Kristen Stewart (“Crepúsculo”). Agora se pensa que as palmas acabaram, errou novamente. A trilha sonora, a cargo de Michael Brook, Kaki King e Eddie Vedder (vocalista do Pearl Jam) é simplesmente especial e nota 11. A prova da ótima trilha sonora é a indicação para vários prêmios na categoria de melhor canção e melhor trilha sonora. Essa é a única, entre todas as centenas de trilhas cinematográficas que tenho em minha casa, que escuto da primeira a última música do cd. Todas me lembram de um detalhe dessa lição de vida. Todas as canções são boas e sensíveis. Exatamente como o filme. Gostei de todos os filmes dirigidos por Sean Penn, entretanto, esse é uma obra de arte. Uma obra sobre a vida.

Porém, não pense que acabaram os meus parabéns ao drama “Natureza Selvagem”, ainda não. Não posso deixar de elogiar o ótimo livro, com o nome do filme, escrito pelo escritor Jon Krakauer. Mesmo conhecendo toda a história e tudo o que veio a acontecer, o livro me emocionou, como nunca nenhum havia feito.

Ufa. Acabou. As lágrimas voltaram aos olhos.

Sinopse - Início da década de 90. Christopher McCandless (Emile Hirsch) é um jovem recém-formado, que decide viajar sem rumo pelos Estados Unidos em busca da liberdade. Durante sua jornada pela Dakota do Sul, Arizona e Califórnia ele conhece pessoas que mudam sua vida, assim como sua presença também modifica as delas. Até que, após 2 anos na estrada, Christopher decide fazer a maior das viagens e partir rumo ao Alasca.
Filme: 6 pipocas (espetacular)

1 pipoca – péssimo
2 pipocas – ruim
3 pipocas – razóavel/regular
4 pipocas – bom
5 pipocas – imperdível

22 comentários:

Guará Matos disse...

Se você citou, eu gostei e aplaudo.
Sou seu fã, meu nobríssimo.
Abraõs.

gabriel disse...

Realmente merece as 6 pipocas, um filme belíssimo. Ótimo texto, queria mesmo ver você escrevendo sobre Na Natureza Selvagem (:
abraços.

Sebo disse...

Filme avassalador e incrivelmente belo e claro, humano!

Kivia Nascentes disse...

'a felicidade só é real quando dividida'
esse filme é fantástico, incrivel!
Dá vontade de sair por ai, vivendo mesmo "na natureza selvagem" e depois voltar de um modo, digamos :purificado!

excelente filme!

Foose disse...

Emocionante e perturbador!

Simplesmente o filme da minha vida! Cada vez mais me impressiono com a genialidade do Sean Penn, demonstrando isso, em Into the Wild como diretor. Este filme é único, uma história contemporânea que nos leva a pensar e refletir sobre o "nosso verdadeiro eu", a indagar sobre as coisas materiais e irrelevantes da vida. É um filme que retrata uma filosofia de vida belíssima, que possui uma fotografia perfeita e mesmo sendo basicamente um monólogo de 2h28min soube ser belo pela simplicidade e pelas lições de vida. Lições de desapego, humaninadade, amor, paz, espiritualidade. Perfeito... assim como seu belo texto! Mais e mais, me torno fã das suas críticas!:-)

Um grande abraço...

Quareesma disse...

eu já disse que não gostei muito do filme '-'
eu loquei esse filme com duas amigas, colocamos ele pra passar e 15 minutos depois cansamos e fomos assistir 'rei leão' ._. no dia seguinte, tentamos de novo, uma amiga dormiu e eu só acordei quando ele morreu '-' (eu podia comentar isso, né?!).
pronto, taí minha justificativa (hi hi)

beijas, eterno :*

Wally disse...

Uau, 6 pipocas? =D Eu dou 5 estrelas em 5 para o filme, amo muito. Com certeza uma das histórias mais bonitas já contadas, e com um senso poético sensacional.

Quareesma disse...

pode deixar que irei seguir sua dica e voltarei pra contar o meu testemunho :)

beijas, eterno :*

Caroline ; disse...

MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUITO BOM O POST, o filme, o blog, TUDO <3
como é dirigido por Sean Penn vou perguntar, já assistiu a I'am Sam ? é muito bom tb *-*
beijos <3

Cristiano Contreiras disse...

Tão tocante, lindo e triste!
Um filme pra vida toda...acho o trabalho de direção de Penn incrível aqui!
É um filme reflexivo!

Abraço

Sil.. disse...

Eu presto atenção em todas as suas dicas.

PS: sabe esses lançamentos em DVD da Globo? Vou pedir...meu deu saudade de ver (De novo) e ter em casa Capitu, Hilda Furação (Que pra mim foi o seriado mais lindoooo que já vi), e tantos outros...

Um beijoooooo Renato.

Um querido você!

laysa disse...

Adorei seu blog.
Se puder, se quiser, dá uma passadinha no meu? Beiiiijos.

Quareesma disse...

bem, eu acabei de fazer um tour pelo seu blog, pra dá uma olhada nos filmes que você já comentou e tals. encontrei uma indicação que vou assistir hoje: mary e max *--*
tem um outro que eu já procurei e nem encontrei: a rosa púrpura do cairo, comofas?! D:

enfim, só pra não deixar de bater meu cartão aqui (hi hi) '-'

beijas, eterno :*

# Érikα Teixeirα disse...

Voce e muitos aqui disseram que o filme é otimo *--*
Agora eeu to doida para ver, HUASHSUAH'
Vou ver onde encontro !
Voce sempre dá dicas otimas de filmes / adoroasdicas :)

JhonSiller disse...

Se você falou que é espetacular eu ja vou procurar pra ver. Suas dicas são sempre ótimas!

Sunflower disse...

Gosto desse filme, adoro a trilha sonora, amo o Emile Hirsch, mega simpatizo com Sean Penn desde que sua carreira consistia em descer o sarrafo na Madonna, mas, esse filme não me fez sair completa.

No quesito história-real-sobre-viagens-edificantes ainda prefiro Diarios de Motocicleta. Porque esse sim me fez querer pegar a mochila e dar no pé, Na Natureza não.

Ana Paula Botelho disse...

muito boom seu blog, o visual eh lindo tb e os filmes escolhidos...soh uma coisinha, pq vc nao tenta escrever um texto maior sobre o filme ?? falando seus pontos de vista e mais sobre o filme? seria bom...voce parece escrever com pressa...

bjos

Vanessa Souza Moraes disse...

Esse filme é dilacerante.

alongaestrada disse...

Cara, gostei quando você disse que ''criou coragem pra falar sobre o filme'' hahaha porque é difícil comentar sobre uma verdadeira obra de arte; elenco muito bom, cenários muito bem escolhidos e maravilhosos, por sinal e a trilha sonora, realmente, impecável - não me canso de escutar e tocar as músicas no violão rs. O livro também é fantástico, Krakauer conseguiu colocar de forma dinâmica e ''parcial'' a vida de um corajoso rapaz, dotado de um belo espírito de liberdade. Uma história que representou um divisor de águas em minha vida e um filme que me emociona e traz lágrimas todas as vezes que assisto.
6 pipocas? ah... um carrinho inteiro :]

abraços

# Érikα Teixeirα disse...

Dediqueei um selinho pra voc , vee ai :
http://akireteixeira.blogspot.com/2010/11/mais-um-selo.html

Beeeijaao

Yasmin. disse...

Adoro esse filme, muito bom mesmo

Luiz Santiago disse...

De fato é um filme maravilhoso. Lembro-me de desprezar a exibição no cinema e deixar para ver em DVD quando saísse. Ledo engano... Perdi a oportunidade de ver essa primazia em tela grande.