O Desejo de Lilith

O Desejo de Lilith – Recentemente fiz um comentário nesse blog sobre o livro “Noturno” de Guilherme Del Toro, (http://bit.ly/8XZ7VA). Foi uma terrível decepção pessoal, afinal, adoro o trabalho de Del Toro como diretor e no campo da literatura achei bem abaixo do que eu esperava.

Após terminar de ler O Desejo de Lilith, de Ademir Pascale, achei que tinha obrigação moral de escrever sobre a obra e mostrar que também gosto de literatura fantástica ou de terror, como preferirem. A obra de Pascale – em seu primeiro romance - começa empolgante, com detalhes sobre os “cantos” escuros e imundos da periferia. Na minha visão, sempre cinematográfica, vi o autor mesclar detalhes do gênero “Noir” – ao melhor estilo “Los Angeles – Cidade Proibida”, com suspense sobrenatural – na linha de “Possuídos”, com Denzel Washington. Tudo isso de forma convincente e alucinante.

Elogio também as pequenas homenagens que o autor faz aos escritores: Anne Rice, Franz Kafka, Humberto Eco e Edgar Allan Poe. Ao citar trechos desses mestres da literatura fantástica, que condizem com o conteúdo do livro, Pascale mostra que esta no caminho certo ao apresentar uma obra que mostra força e personalidade própria, algo importante para o gênero da obra.

O final, se não surpreende, merece destaque pela sinceridade e ousadia de não apresentar certos ou errados. Ou seja, não julga o que não pode ser julgado. Cada leitor que feche a porta que achar mais adequada. Quem sabe numa noite escura o livro não vira filme?

Sinopse – Um descuido dos tradutores da Bíblia revelou o pior dentre todos os demônios. Um velho e decadente detetive de polícia investiga um macabro suicídio, mas o que ele não sabia era que sua vida estava por um fio e seria envolvido em uma conspiração contra toda a humanidade. Uma palavra-chave, transliteração de uma palavra hebraica repetida em 63 trechos da bíblia, dará início a mais sombria das investigações. Uma organização secreta milenar abriga incríveis segredos e bizarras e inimagináveis personagens. Afinal, o que teria em comum Platão, Vlad Tepes, Erzsébet Báthory, John Milton, Thomas Chatterton, Mary Shelley, Percy B. Shelley, Robert L. Stevenson, Aleister Crowley e Jim Morrison? O leitor descobrirá em 'O Desejo de Lilith', um romance vivenciado nas avenidas e ruas de São Paulo, com segredos, revelações, aventuras e rock 'n' roll.

Livro: 4 pipocas

1 pipoca – péssimo

2 pipocas – ruim

3 pipocas – razóavel/regular

4 pipocas – bom

5 pipocas – imperdível

0 comentários: