AGOSTO

Imagem poética e cinematográfica tirada por JAIME OIDE


AGOSTO

 
UFA.

Acabou. Finalmente o mês de agosto de 2013 chegou ao seu sepulcro. Durante os 31 dias do mês citado não consegui escrever para meu blog, não assisti um único filme no cinema e poucas piadas não me fizeram dar um sorriso amarelo. Em agosto de 2013 tive o recorde negativo de ver apenas dois filmes, e em dvd genérico. Nada de sala de cinema ou pipoca. Além disso só consegui ler um livro, "A Volta do Parafuso" (obra que recomendo a todos). Nem pelos blogs, que tanto aprecio, consegui dar uma passada rápida. Diria que o universo não conspirou a meu favor.



 Nesses terríveis 31 dias fiquei triste ao levar meu herdeiro ao hospital, mais de uma vez, e fiquei sensibilizado ao ver uma amiga, recente e querida, chorar pelo término de um relacionamento antigo. Até em presente eu errei, comprando livro que um amigo já tinha fazia muitos anos.



 Em agosto de 2013 sonhei e senti saudade ao lembrar de um amigo falecido pela violência urbana de São Paulo. Saudade de Marcos Alexandre Barbosa, eterno Titau ou Tital - a diferença em seu apelido não fará sua ausência ser menos triste. Saudade também de Edgar Silveira Mesquita, outro amigo, tão novo, com quem não tenho mais a honra de conviver. Além deles senti falta do Sr. Cacique e de minha querida Avó Cecília e seu carinho tão inesquecível. Que os anjos os iluminem.


 Descobri, nesse período macabro, que a humanidade consegue ser pior do que eu imaginava. Ao ler que Mino Carta, em seu blog, atacou o filho deficiente de Diogo Mainardi. Nesse caso senti mais vergonha de ser humano do que de ter nascido no Brasil, afinal todos sabem que meu coração e minha alma são de Portugal. O ser humano não tem escrúpulos......prefiro voltar como cachorro, se realmente tiver outra encarnação.

 Durante esse período não vi amigos queridos, não encontrei diversas pessoas que amo. Nem meu melhor amigo eu tive a alegria de encontrar. Porém, nesse tempo, fui criticado por errar mesmo tendo escutado a vida inteira, que teoricamente, só crescemos como pessoas quando erramos e levantamos dos tombos. Não recebi um único elogio. Fui chamado de repetitivo, chato e egoísta. Egoísta por não emprestar meus filmes e já aviso........vou continuar não emprestando. Falaram mal de mim com ou sem razão.....tem para todo gosto. Vaias foram diversas, em todos os volumes. Aplausos? zero.


 Descobri também que a faculdade está me roubando mais tempo do que imaginei. Isso por que não me dedico a ela o tempo que deveria. Falta pelo menos 24 horas no meu dia. Ou mais minutos nas minhas horas diárias.


 Não comprei carro, não viajei, não fui a Portugal, não fiz nada que desse sentido aos 31 dias. Depois de anos não consegui participar da festa de Nossa Senhora Achiropita. Não conheci nenhum restaurante novo, nem comi bacalhau com nata. Para piorar no último dia de agosto em pleno horário de almoço descobri, ao almoçar sozinho, que não faço falta a ninguém e que eu estar presente ou não, significa pouco. Minha opinião não simboliza nada para muita gente. Acho que só eu me preocupo com meus gostos.


 Não pensem que estou simplesmente reclamando. Adoro estudar, trabalhar e amo cinema. Amo meus amigos e minha família. Estou desabafando e torcendo para que amanhã seja um novo dia......e um novo mês. Renato está com saudade do Renato.


 Agosto de 2013, ainda bem que não te encontro mais em minha existência. Ou será que ele ainda me infernizará como ocorreu com o personagem do filme Feitiço do Tempo. Filme que irei assistir hoje a noite....só para ter certeza que o dia seguinte chegará.


 O que me fez rir no mês anterior a chegada do esperado Setembro, foi o fato de ter vivido e curtido muito meu primeiro dia dos pais.......em Agosto de 2013 só bato palmas para o meu filho VITOR.

 
 
 
EU E MEU FILHO VITOR  -foto de Sônia Santos (Mãe e esposa)

21 comentários:

! Marcelo Cândido ! disse...

Eu queria muito que acabasse esse mês longínquo, mas veio setembro e já estou resfriado, irônico, não?

renatocinema disse...

Marcelo o mundo é ironia pura.......

Amanda Aouad disse...

Que bom que seu filho pelo menos está aí para lhe dar uma alegria. E que venha setembro com melhores fluídos para você.

abraços

renatocinema disse...

Rezo por isso....Amanda.

abs

Marly de Bastos disse...

Renato, me perdoe mas ri do seu desabafo!
É para nós brasilienses um mês de umidade baixa que traz dor de cabeça, sangramento pelo nariz, laringite, faringite e inflamação de garganta, sinusite e outras 'ites' mais.
Vi o sorriso lindo do seu filho e curtir nesse agosto o primeiro de muitos dias dos pais é privilégio meu amigo! ser chamado de chato, deve ser todo mês,isso não faz diferença . Só o bacalhau na nata que foi crueldade heim?
Agosto não é tão ruim, acho que o fato é que são 31 dias sem sequer um feriado, e nós não aguentamos muito bem isso.
Chegamos ao fim dele vivos e lindos e isso é que importa!
bjkas doces e boa semana de setembro.
PS: Eu senti falta de vc por aqui, portanto "ninguém" é pouca gente.

renatocinema disse...

O sorriso dele é que me inspirou a botar para fora.

Anônimo disse...

Re os filhos são sempre nossa alegria nos momentos mais difíceis,agora vc compartilha dessa alegria. Bem vindo ao clube meu amigo tenho certeza de que setembro já esta sendo muito melhor.bjs.Rosália

Mara Scorsafava disse...

Renato, adorei "O Renato sentiu saudades do Renato."! E me fez ver que estou com saudades de mim.
A literatura é assim, provoca no outro " a dor que deveras sente" (Fernando Pessoa), em sua homenagem. bjs.
Mara

Suzane Weck disse...

Ola caro amigo concordo contigo que o mês de Agosto não foi o melhor da tua vida,mas há ocasiões que uma 'coisa'ruim vai puxando outra e de repente estamos dentro de um'todo' que tudo parece mal mesmo.Mas tenho por norma que o dia de amanhã sempre trará alguma coisa de bom.Acho que andavas precisando de um "colinho",e podes ter certeza que aqui no nosso mundo de blogueiros todos sentem tua falta,inclusive eu,[que quase não nos frequentamos]senti muita alegria proporcionada pela tua visitinha.Beijo.SU

renatocinema disse...

Suzane disse tudo e mais um pouco.........grato pelo carinho.

abs

Fábio Henrique Carmo disse...

Renato,

A vida tem desses momentos mesmo, onde tudo parece conspirar contra. Mas passa, pode ter certeza. Em, breve certamente estará dando muitas risadas ao lado do seu filho.

Sobre essa do Mino Carta: realmente lamentável a atitude dele. De qualquer forma, tenho pena do filho do Mainardi, não pela deficiência, mas por ser filho de quem é. Ninguém merece ter um pai daqueles.

Grande abraço e força sempre.

Ah, e suas opiniões são importantes, sim. É por isso que visito seu blog!

renatocinema disse...

Fábio.....Setembro está bem melhor. kkk.

Abraços

Gilberto Carlos disse...

Agosto costuma ser considerado como o mês do desgosto, mas sabe que não vejo muita diferença, mas claro que acredito nas manhãs de Setembro.

Rodrigo Mendes disse...

É Renato não é fácil pra ninguém, mas a vida é assim, aliás, tem que ser assim, uma caixinha de bombons na qual não sabemos o que encontrar (Forrest Gump como vc bem sabe).

Agosto já esta lá trás. Agora é pensar no presente.

Parabéns pelo filhão. ;)


Abraço.

Rubi disse...

Alguns meses, ou épocas, ou mesmo dias, nos remetem a coisas tristes. Todos passamos por isso... o importante é que se supere isso, e como você disse... que esperemos por um novo dia. Que foto linda... que momento especial!

Tô Ligado disse...

Há períodos em que temos que dar essa respirada mesmo para voltarmos com uma visão diferente de tudo que vínhamos fazendo.

Bom retorno

Maxwell Soares disse...

Que mês sufocante, rapaz. Com um o pequeno Vitor tudo fica melhor. Lindo o garoto, viu!!! Um abraço...

Emerson Silva disse...

Parabéns atrasado pelo dia dos pais! E é isso aí, a vida é essa correria e nem sempre fazemos tudo o que queremos... a foto do início do post está a la Taxi Driver faltou apenas o sangue!

Abraço!

Stella Daudt disse...

Renato, depois da chegada do Vitor, sua vida só vai melhorar! Imagine o Natal como será! Mostrar aos filhos o mundo, torna-o bem melhor para nós. Não é à toa que meus cinco filhos apreciam a mãe natureza, cinema, Oscar Wilde, chocolate e chá.

Volte aos filmes, que sua opinião conta para muita gente! Parabéns pelo Vitor e um abraço, S.

renatocinema disse...

Stella muito grato pelo carinho e suas palavras.

abs

Gabriela Campagnucci disse...

"Prefiro voltar como cachorro, se realmente tiver outra encarnação."
É, de fato, os dias não têm sido doces... Mas, enfim.

O seu filho é lindo! Desejo muita saúde e paz à família!

Admiro muito o trabalho que faz por aqui. Sempre que posso, acompanho.

Todos nós passamos por momentos ruins. Mas espero que o de conquistas e felicidade passe por mais vezes em sua vida.

Abs! =)