Lost - A Série que mudou a forma de ver televisão.............no mundo


Lost – A série mais falada da televisão mundial chegou ao final. Metade amou a conclusão e o restante achou que foram seis anos jogados no lixo. Respeito à opinião de quem escolheu a lata de detrito, mas, eu, particularmente, adorei muito o final apresentado. Até agora as pessoas que me disseram não gostar da conclusão usaram o argumento de que Lost não explicou tudo, ou seja, deixou algumas pontas abertas. Pergunto: quem disse que todos as produções cinematográficas e seriados precisam deixar tudo mastigado para o público?

O melhor lado de toda forma de cultura, na minha visão, é a reflexão, o questionamento. Se tudo vier mastigadinho, explicadinho, como novela mexicana, onde enriqueceremos nossa cultura? Tudo que nos apresenta algo novo, inquietante deve ser valorizado. Adorei Cidade dos Sonhos e pergunte se tudo foi 100% explicado? Pelo contrário. As perguntas feitas e não respondidas é que dão mais sabor e me levam ao delírio. Ao chegar ao final da série de John Locke e seus colegas acho que aprendi muito e refleti demais sobre minha vida e sobre como vejo o ser humano e o mundo onde vivo. Algumas pontas poderiam ter sido explicadas? Poderiam. Alguns personagens poderiam serem trazidos novamente no final? Poderiam. Mas, nada disso tira, na minha opinião, o valor de Lost.

Não posso mais nada dizer sem correr o risco de estragar a melhor série que a televisão produziu nos últimos 100 anos.

Sinopse – Um avião cai numa ilha cheia de mistérios, onde cada sobrevivente terá que enfrentar medos e novos perigos.

Filme: 5 pipocas

1 pipoca – péssimo

2 pipocas – ruim

3 pipocas – razóavel/regular

4 pipocas – bom

5 pipocas – imperdível

1 comentários:

sofia martínez disse...

Não o meu favorito, mas é muito bom. Muitos se queixam sobre o ritmo desta série, mas não podemos negar é que o sucesso era indiscutível, as primeiras temporadas foram os mais recentes de luxo, mas perdeu o contato, eu acho que foi uma excelente série, mas abusou temporadas. Pela forma como seus criadores têm feito o suficiente bons empregos, por exemplo, Damon Lindelof criado com Tom Perrotta “The Leftovers” que está agora em sua nova temporada, uma série baseada em um romance sombrio. Enquanto isso J.J. Abrams continua com excelentes e divertidas propostas. Em suma, os criadores de “Lost” são gênios, eu amo o seu trabalho.